“As favelas e minha vida na ecovila” Jovens buscando “Sustentabilidade”

Escolhi este  tema para o Post do Mês , por falar de jovens  que  buscam soluções  dentro da Sustentabilidade,  para a sua vida…..

Um dia desses,  li o artigo “As favelas e minha vida na ecovila“, entre outras, falando de um jovem, 30 anos, classe média, “ Pedro” ( não é seu o nome real) que deixou a casa dos pais para viver numa favela em São Paulo.(não é ficção) ...Ele mora de verdade numa favela na capital paulista há mais de um ano….

favela

Pedro acredita nos movimentos sociais que articulam ocupações em áreas e prédios abandonados. Para ele, as cidades são o destino inevitável da humanidade. Segundo ele, “ é preciso gerar moradia para as populações mais pobres, regularizar áreas de favelas (para que o poder público possa levar água, esgoto e luz, por exemplo).”

A jornalista ambiental Giuliana Capelli, que escreveu esse texto  para o Planeta Sustentável em 11/03/14 fala em  “melhorar a qualidade das moradias, com técnicas e materiais usados na bioarquitetura. Também sobre a possibilidade de resolver o problema da falta de coleta e tratamento de esgoto nas favelas com um paisagismo funcional, e sobre como plantar alimentos, organizar mutirões, definir um sistema para a tomada de decisões em grupo“. e ressalta que “para fazer com que o encontro possa  render frutos, seria preciso repensar o modelo de cidade que queremos para o presente e o futuro, sem esquecer o papel fundamental que o campo tem nessa história”… 

Para ela,  muitos dos princípios das ecovilas podem ser levados a famílias mais carentes – como fazem, aliás, alguns institutos de  bioarquitetura ,  permacultura e o próprio modelo das ecovilas  “comunidades que focam sua atenção no desejo de viver sem impactar tanto o planeta, e que pode ser adaptado às mais diversas situações, de um prédio no centro a um bairro inteiro e até mesmo uma pequena cidade (que não perca a escala humana, de preferência”.

Ela diz: “Deixei São Paulo para morar numa Ecovila, por não aguentar mais o trânsito, a poluição, o barulho, a pressa e tantos outros problemas, mas, especialmente, por não suportar a sensação de impotência diante de tudo que eu tinha vontade de mudar, e da noite para o dia. Resolvi buscar um terreno mais fértil para o que eu queria para mim, sem que eu precisasse passar a vida inteira lutando, lutando e lutando, e ainda deixar a luta como herança para as próximas gerações.”

Fala das  mudanças que teve de fazer.:-. “Reduzi significativamente meu consumo  de tudo que alguém  possa imaginar. Reduzi também o trabalho, pois descobri que, se preciso de menos para viver, posso trabalhar menos! Deixei de lado preocupações tolas com vestuário e cosméticos, descobri os prazeres de preparar comida da horta e do pomar, e as delícias de ter vizinhos que dividem comigo os bons e os desafiantes momentos da vida em comunidade.”

O Pedro e a Giuliana são jovens que estão buscando soluções dentro da Sustentabilidade , e procuram viver de acordo com as suas crenças e ideais.

Pedro pensa em ajudar a  levar às favelas uma vida mais sustentável e ecologicamente correta, e buscar recursos para que isso possa acontecer…

Giuliana busca  “a  serenidade que jamais  alcançaria em meio a dez milhões de pessoas, ou seja  sentir a Terra mais de perto, ouví-la com o coração, ser mais da terra (e menos do asfalto) a cada respiração “

Aa história desses jovens pode servir de exemplo e estímulo para todos aqueles que estão em busca de ideias e soluções para uma vida mais sustentável ,  mas tem medo de arriscar….

Se alguém tiver alguma  história parecida, ou relacionada com o tema em questão,  disponibilizo o Blog para poder compartilhar…..

Maria Aparecida Castelli

Saiba mais, visitando a página Permacultura.

Anúncios

Sobre cidacastelli

Com tanta bagagem que carrego , adquirida ao longo dos anos trabalhando na educação e Intercambio, viajando o mundo todo com jovens, fui juntando estórias e experiências que gostaria de compartilhar com vocês...É o que sempre me pediram para escrever “about.”.. Mas quando iniciei este Blog , pensei em algo mais urgente ou seja ajudar a Salvar o Planeta!! tentando fazer a minha parte...como na história do Beija Flor e o incêndio na floresta . E, como diz no Holismo"Tudo faz parte do Todo", vai dar para falar de tudo um pouco. E, para ajudar a salvar o Planeta , temos que estar em paz com o nosso mundo interior, consciente do nosso papel aqui na Terra, do que somos e para que viemos, ajudando a construir o “Admirável mundo novo sustentável” , vivendo uma vida saudável e cuidando com muito Amor de todo o ser que vive nele, seja humano, animal ou vegetal. Esse é o foco principal do Blog Conto também com a sua ajuda nessa busca....qualquer artigo a respeito será muito bem vindo!!! Agradeço pelo seu tempo e espero que possamos aprender juntos aqui no Blog,. Sempre que puder, deixe um comentário. Aquele abraço! Maria Aparecida Castelli
Esse post foi publicado em Seja Bem Vindo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para “As favelas e minha vida na ecovila” Jovens buscando “Sustentabilidade”

  1. Isabel disse:

    Adoreii! ❤

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s